Arquivos

Archive for quarta-feira, 22 fev 2012; \08\UTC\UTC\k 08

Neutrinos, cabos and all that jazz!

quarta-feira, 22 fev 2012; \08\UTC\UTC\k 08 10 comentários

Eu realmente não tenho tempo de comentar agora, mas vai uma tradução (Sim, o texto não é meu! Não me processem!) dessa bomba que está se propagando rapidamente:

BREAKING NEWS: Error Undoes Faster-Than-Light Neutrino Results

Parece que os resultados com neutrinos acima da velocidade da luz, anunciados em setembro do ano passado pela colaboração OPERA na Itália, era um erro no final da história. A culpa é de uma conexão ruim entre uma unidade de GPS e um computador.

Físicos detectaram neutrinos viajando do CERN, em Genebra, até o laboratório de Gran Sasso, perto de L’Aquila, que pareciam fazer a travessia aproximadamente em 60 nanosegundos a menos que a luz. Vários outros físicos suspeitaram que o resultado era devido a algum tipo de erro, dado que está em contradição com a teoria da relatividade restrita de Einstein, que diz que nada pode viajar acima da velocidade da luz. Essa teoria foi confirmada por vários outros experimentos feitos em várias décadas.

De acordo com fontes familiares com o experimento, a discrepância de 60 nanosegundos parece vir de uma conexão ruim entre um cabo de fibra óptica que conecta o receptor de GPS usado para corrigir o tempo de vôo dos neutrinos e uma placa de computador. Depois de apertar a conexão e, então, medir o tempo que a luz leva para se propagar na fibra, os pesquisadores encontraram que os dados chegam 60 nanosegundos antes do que foi assumido durante a análise. Já que esse tempo é subtraído do tempo de vôo, parece que também explica a chegada mais cedo dos neutrinos. Novos dados, contudo, serão necessários para confirmar essa hipótese

Agora é esperar para ver, mas acho que conexão solta é muito mais provável de acontecer que violação de simetria de Lorentz. Só dizendo.

Update — Parece que foi confirmado pelo CERN:

http://www.cbc.ca/news/technology/story/2012/02/22/technology-faster-than-light-neutrinos.html

Mais também no Cosmic Variance:

Neutrinos and cables

Update 2: E, finalmente, alguém do OPERA falou. A fonte é o blog da Nature:

A colaboração OPERA, dando continuidade à sua campanha de verificações da medida da velocidade do neutrino, identificou dois problemas que podem, de forma significativa, afetar o resultado publicado. O primeiro é ligado ao oscilador usado para produzir o selos-temporais dos eventos entre as sincronizações dos GPS. O segundo problema é relacionado à conexão de uma fibra óptica que traz o sinal do GPS externo para o cronômetro central do OPERA

CategoriasArs Physica
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 69 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: