Início > Ars Physica, Economia, Economia Brasileira > A Crise e os fundos no Brasil

A Crise e os fundos no Brasil

domingo, 26 out 2008; \43\UTC\UTC\k 43 Deixe um comentário Go to comments

Em um post recente do Daniel sobre a crise, ele comentou sobre como os fundos quantitativos (chamados por ai de quants) americanos estão se saindo na crise atual.

Estes fundos existem no Brasil, apesar de serem muito recentes e em baixa quantidade. Na contagem atual existem sete fundos quantitativos no Brasil, e a maioria deles ainda são muito pequenos (ou seja, a maior parte ainda está com menos de 100 milhões em administração). Mas vale a pena dar uma olhada como as coisas tem saído para eles, e como elas poderão ficar no futuro.

No mes de outubro, a média dos maiores fundos nacionais foi de -256% do CDI (mensal), deixando a média pouco acima do CDI no ano (só 0,42%). Isso mostra como a situação está crítica ao longo dos últimos meses, com uma volatilidade média de 7%.

Podemos então observar como os fundos quantitativos tem se saído: Escolhendo três fundos quantitativos nacionais, a média de rendimento está em 130 % do CDI, com uma volatilidade de 3%a 4 %.  E diferentemente dos fundos tradicionais, não tiveram uma mudança de regime ao longo das ultimas semanas, que causou grandes perdas nos fundos tradicionais.

O grande problema dos fundos quantitativos nacionais é que, por serem muito novos, não administram uma grande quantidade de recursos. Com esse resultado, é de se esperar que atraiam mais atenção do público, mas ainda sofrem um preconceito de serem fundos comandados por ‘maquinas’.

Glossário

CDI: Certificado de Depósito Interbancário. Títulos emitidos por bancos como forma de captação o aplicação de recursos. É a taxa utilizada como referencia por operações financeiras. Por esse motivo fundos medem seu desempenho como uma porcentagem em relação ao CDI do periodo.

Fundo Quantitativo: Fundo de Investimento que utiliza estratégias de maior complexidade matematica para decisões de como aplicar na bolsa. 

Volatilidade: Desvio Padrão da série de retornos do fundo.

  1. domingo, 26 out 2008; \43\UTC\UTC\k 43 às 18:08:27 EST

    Não entendi direito o que quer argumentar aqui. Está dizendo que fundos “quantitativos” (o que quer dizer isto?) se saíram melhor do que fundos “nacionais”? (quais?, de que tipo? investiram em renda fixa, bolsa de valores?)

    Parece “cherry picking”. Pegou fundos sem definir um critério antes, definiu um período de tempo (não falou qual período ou porque) e comparou com 3 dos 7 fundos do outro tipo e está dizendo que o outro tipo é melhor?

    Com os dados apresentados não dá pra argumentar nada (pior, pode argumentar o que quiser).

  2. Caio
    quarta-feira, 29 out 2008; \44\UTC\UTC\k 44 às 18:45:16 EST

    Ewout,

    eu não entendi direito qual sua crítica. Poderia clarear um pouco?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: