Início > Ars Physica, arXiv, astro-ph, hep-ex, pesquisa > Pierre Auger enfraquece relação entre UHECR e núcleos ativos de galáxias

Pierre Auger enfraquece relação entre UHECR e núcleos ativos de galáxias

terça-feira, 14 jul 2009; \29\UTC\UTC\k 29 Deixe um comentário Go to comments

Durante a 31a Conferência Internacional de Raios Cósmicos na Polônia (7 – 15 Julho 2009), a colaboração Pierre Auger tornou pública uma maior quantidade de dados de raios cósmicos de altas energias (UHECR) — maior que 107 TeV — e concluiu que a relação entre núcleos ativos de galáxias (AGNs) e a origem destes raios cósmicos está mais fraca do que eles haviam encontrado em novembro de 2007. Acredita-se que AGNs diferem das galáxias comuns por possuírem um buraco negro central que acelera matéria produzindo radiação eletromagnética em quantidade muito superior aquela que poderia ser obtida dentro de estrelas.

Na primeira análise, publicada na revista Science, 18 de 27 eventos encontravam-se a menos de 3° de um AGN. Na nova análise de julho de 2009, 17 eventos de 44 foram encontrados na direção de AGNs. Os dados são parcos e a colaboração conclui que mais informação é necessária para creditar AGNs como fontes dos raios cósmicos de ultra energia. Uma análise estatística no momento indica todavia que a probabilidade de tal correlação ser medida para uma distribuição isotrópica de fontes é de apenas 1%. Esse resultado aparentemente favorável pode ser contudo artificial devido ao pequeno número de dados.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: