Café científicos levando ciência para o público leigo…

terça-feira, 8 fev 2011; \06\UTC\UTC\k 06 Deixe um comentário Go to comments

Está aí uma iniciativa excelente que está demorando para go viral:

Os Cafés Científicos são uma idéia que, pessoalmente, eu considero brilhante: um cenário informal, relaxado, onde as pessoas podem ouvir algum palestrante falar sobre Ciência — e, melhor ainda, depois da palestra, debater sobre o que foi dito. Aliás, de fato, o foco é maior no debate do que na palestra propriamente dita: a idéia é passar a informação de modo bem objetivo e, depois, deixar a platéia guiar a discussão.

Quem faz Ciência sabe: deixar a curiosidade (❗ ) guiar o debate científico é uma das formas mais entusiasmantes de se fomentar a criatividade. Essas digressões tangenciais que aparecem a todo momento nesse tipo de discussão são fundamentais pra se ‘mapear’ o ‘espaço’ do assunto sendo atacado. Quem não conhece, pode achar esse approach meio caótico… mas, é um método excelente pra se obter uma ‘imagem’ do objeto em questão.

  1. quarta-feira, 9 fev 2011; \06\UTC\UTC\k 06 às 10:58:18 EST

    Sabe que isso realmente funciona, eu fiquei surpreso… duas semanas atrás teve um café científico aqui na Borders (Borders é uma rede de livrarias grande aqui nos EUA) de Stony Brook. Foi organizado por pesquisadores do Brookhaven National Lab e foi sobre o LHC. A maior parte do público era de não-físicos e as perguntas foram ótimas. Claro que teve muita pergunta sobre Dan Brown e como usar anti-matéria para destruir o mundo (por um motivo que é misterioso para mim, eu ouvi suspiros de alívio quando eles souberam que os dois feixes do LHC eram de prótons e não de anti-prótons :P), mas teve outras perguntas boas. Alguém perguntou se ainda se usava câmaras de bolhas para detectar partículas🙂 . Muitos quiseram saber se medir a massa do bóson de Higgs poderia ter alguma implicação tecnológica… e por aí vai. Apesar das perguntas não terem sido respondidas tão bem quanto poderia (mas isso é mal de físico experimental de altas energias… nunca vi povo tão ruim para responder perguntas leigas sobre física… físicos de outras áreas costumam ser melhor), o clima informal da discussão foi excelente. Vou colocar umas fotos que eu tirei para vocês verem como a infraestrutura é simples, mas o retorno imenso.


    Howard Gordon (BNL) mostrando um pop-up do detector Atlas, no LHC.


    Público do último science café, na Borders, Stony Brook.

  2. cesar pinheiro
    domingo, 20 fev 2011; \07\UTC\UTC\k 07 às 17:12:53 EST

    eu estudei astronomia há muitos anos, acabei não seguindo a carreira por vários motivos, e me considero parte desse público leigo…
    e posso atestar a minha emoção ao tratar dos assuntos da física com profissionais da área, em especial da parte que mais me toca (astronomia, cosmologia, quântica). Não muito raro participei de alguns encontros pela internet, e asseguro que quanto mais respostas procuro pra questões afim, mais percebo que essa divulgação é o motor que leva a ciência adiante, tanto pelo interesse despertado nas pessoas e na mídia, quanto pelo direcionamento governamental.
    Falar de ciência é falar da realidade que nos cerca.

  1. terça-feira, 8 fev 2011; \06\UTC\UTC\k 06 às 23:07:52 EST

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: